10
Abr 20

Décimo sétimo dia, décima sétima epata Vairão a Barcelos com 25 kms

Tive uma noite terrível com dores de estomago que me privou algumas horas de descanso, já são 9 horas da manhã, depois de dois dias com muita chuva e frio, hoje o tempo está um pouco melhor os raios de sol vão aquecendo o ambiente.

Tenho que ir para a Cidade dos Galos, começo pela Rua das Oliveira em Vairão entro na estrada principal, viro à direita para a estrada florestal um pouco mais à frente viro para a esquerda para o trilho empedrado com com vinhas por ambos os lados, bem bonito, ora bem!

A Ponte de D. Zameiro sobre o Rio Ave e subo a rua do mesmo nome até Capela de Nossa senhora da Ajuda, tenho pela frente uma serie de ruas que me levam a um caminho de terra batida, aí tenho que passar a A7 pela passagem inferior e persigo pelo trilho até ao seu final encontro a EN306 vou até à ponte medieval estou em Rates, hora para o café e reabastecimento de água.

Na EN206 passo pelo albergue dos peregrinos e mosteiro de São Pedro de Rates agora tenho dois trajectos pela antiga linha férrea desativada ou o Caminho Central Português, depois da minha opção tenho o caminho municipal que me vai levar a Merouco, entro novamente na EN306 sigo a sinalética dos peregrinos, estou em Pedra Furada.

Tenho que caminhar mais 3 kms pela EN306 até ao viaduto que passo por baixo da A11, encontro o Rio Cávado mais um esforço e cheguei ao final do dia de hoje.

Efeméride

10 de Abril de 1896 a 10 de Abril de 2020 decorre 124 anos que se realizou a 1º Maratona Olímpica da Era Moderna.

A 1ª edição dos Jogos Olímpicos de Verão realizou-se em 1896, entre 6 e 15 de Abril, na cidade de Atenas,

É o nascimento dos JO modernos, com cerca de 241 atletas de 13 países (Alemanha, Áustria, Bulgária, Chile, Dinamarca, Espanha, Estados Unidos, França, Grécia, Hungria, Inglaterra, Suécia e Suiça) Cada competidor recebe uma medalha de participação.

Os EUA ganham 9 de 12 eventos de pista e campo, mas é a Grécia quem conquista mais medalhas: 47.

Nas 13 nações representadas, num total de 241 atletas, não constava nenhuma mulher.  A equipa americana, composta por 10 elementos, chega a Atenas mesmo a tempo de participar.

O maior destaque foi a Maratona, realizada pela primeira vez em uma competição internacional. Spiridon Louis, um carregador de água de Marusi até então desconhecido, ganhou a prova para se tornar o único campeão grego do atletismo e um herói nacional, em 2º lugar ficou o também grego Charilaos Vasilakos, o Húngaro Gyula Kellner ficou com a medalha de bronze.

As provas do atletismo tiveram a participação mais internacional entre todas as modalidades que as outras disciplinas, (Levantamento de Pesos, Natação, Ciclismo, Ténis, Tiro, Esgrima e Ginástica).

A primeira corrida foi ganha por um estudante americano, de nome James Connolly, que teve de desistir de Harvard pois a universidade recusou dispensar-lhe o tempo necessário para viajar até Atenas. Foi o primeiro campeão Olímpico em 1502 anos.

História

De acordo com a mitologia grega, o herói Hércules criou as Olimpíadas por volta de 2.500 a.C., na Grécia antiga, para homenagear o pai dele, Zeus. Contudo, os primeiros registros históricos das Olimpíadas são de 776 a.C., quando os atletas vencedores começaram a ter seus nomes registrados.

Nessa época, os reis de Ilia, de Esparta e de Pissa aliaram-se para que, durante os jogos, houvesse trégua sagrada em toda a Grécia. A aliança foi realizada no templo de Hera, localizado no santuário de Olímpia. Essa é a origem do termo “Olimpíadas”.

(Livro "A Fabulosa História dos Jogos Olímpicos")

220px-Albert_Meyer_5_Olympia_1896

transferir

 

 

 

publicado por TERTÚLIA DOS ULTRAS às 17:13

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.


Abril 2020
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9


19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
arquivos
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO